Kudurista Bebo Clone faz tiroteio contra o AMA 2017

O músico kudurista Bebo Clone, lamenta pela sua concorrência no AMA 2017, e como não podia deixar faz tiroteio por palavras contra o mesmo evento.

Tal como maior percentagem é um dos que também encontra-se insatisfeito com a premiação do Angola Music Awards, não só por não ser o premiado, mas sim pela escolha feita por parte da equipa. Com base a isso, o mesmo partilhou um texto em sua página facebook para dar o seu parecer.


Fico indignado quando situações do gênero são repetitivas! Não posso estar calado assistindo o desrespeito ao meu trabalho. Isso já não é amiguismo, padrinhismo ou prémio comprado, isso é uma autêntica falta de respeito aos fazedores leais de Kuduro... Respeitem mas o trabalho dos artistas, não podemos primaziar porque é sobrinho, afilhado ou filho do sicrano mas sim, minuciosamente, olhar pelo o trabalho de cada um. Isso não só desprestigia-nos como artistas mais também tira a seriedade de um bom produto em comercialização.

Eu me pergunto:

O trabalho que tenho feito não é notável? Não constata-se o bom Teor, liricismo, parábolas e trabalho por cima do instrumental? Desde 2008 a proporcionar boa música e ninguém ouve? Talvez é isso. Estou muito triste e decepcionado com a premiação da categoria Kuduro, esperava tudo menos isso. Mas sem makas, isso só dá-me mais vontade de trabalhar e proliferar mais e mais. O mais prazeroso é conseguir arrebatar um prémio com trabalho e não amiguinhismo. Valorizem mais o Kuduro.

Quando um dia eu tiver um padrinho na cozinha, vou levar o prémio do melhor Semba, Zouk e se calhar Rap (isso é triste).

Deus no comando! Disse o músico kudurista, Bebo Clone.

Sem comentários