Membro Projecto Ascenção, Phedilson Ananás contraria ideia de Fly Skuad e incentiva rappers a fazerem outros estilos

O músico membro do Projecto Ascenção, Phedilson Ananás, é da opinião que um rapper pode cantar o estilo que bem quiser.

 O músico partilhou na sua conta rede social facebook a referida ideia e incentivou os restantes rappers em não se acanharem, ou seja, não cantarem apenas R.A.P só porque o movimento Hip Hop acha errado fazer outros estilos mesmo que tenha talento para tal. Mas sim fazerem o estilo que bem quiser, desde que o faça bem e se sinta confortável.

Na minha opinião, um rapper pode cantar no estilo que quiser... Desde que o faça Bem, se sinta confortável e não faça figura triste. Afirmou Phedilson Ananás.


Não se acanhem rapazes... Já ouviram falar em liberdade?

Esses "dogmas" estão a levar muita gente a ser frustrados.

Os "puritanos" do game não são os responsáveis pelo talento abrangente que vocês têm. Deixaste de lado dezenas de ideias dope porque tiveste receio do que o "movimento" ia pensar.

Não cantas com notas porque vão te chamar de rapper sem identidade, mas tens um poder vocal fora do comum. Epah... É tipo deixares de rematar para marcar só porque és defesa central... (Olha para o Sérgio Ramos rapaz).

Sejam felizes, artistas! Argumentou o rapper membro do Projecto Ascenção.

Recordar que segundo um dos pilares do Hip Hop Angolano e Ceo da RRPL, Fly Skuad, rappers que fazem outros estilos tal como Kizomba, Semba, são palermas (idiotas).

Sem comentários